5 lendas aterradoras de Natal - MaisTerror

Breaking

16/12/2016

5 lendas aterradoras de Natal


O Natal é uma época de amor, alegria e de família, mas isto não significa que o terror não tem lugar neste período festivo. Enquanto a maior parte das famílas festeja a visita do Pai Natal na véspera de Natal, algumas famílias podem ser surpreendias com a visita de personagens mais assustadores.

Aqui ficam 5 lendas de Natal: 

1 - Krampus


 


Krampus teve direito a um filme no passado ano, do realizador Michael Dougherty. Segundo a lenda, Krampus é meio demónio meio cabra, com cascos, cornos e uma língua comprida que visita as crianças que portaram mal. O castigo era bater-lhes com uns ramos de árvore ou com um chicote, antes de as levar para o seu "lar".


2. Belsnickel


Belsnickel remonta aos inícios do século XIX, e é um senhor idoso que distribuía bolos e doces pelas crianças que se portassem bem e chicoteava as que se portassem mal.


3. Perchta  


Perchta é um espirito que tanto pode aparecer como uma mulher bonita ou como uma velhinha feia. Ela visita a casa das crianças durante os 12 dias de Natal e decide quais se portaram bem ou mal.
Caso tivessem sido bem comportados, a Perchta deixa-lhes uma moeda de prata, caso fossem mal comportados abria-lhes a barriga, retirava as entranhas e enchia-lhes com palha.
A Perchta não é de brincadeiras.


4. Grýla


Oriunda da Islândia, Grýla é uma gigante que consegue sentir o mau comportamento das crianças durante o ano inteiro. Ele mantém uma lista dessas crianças para depois comê-las como aperitivo durante o período do Natal. 


5. Knecht Ruprecht


Knecht Ruprecht costuma ser mencionado como um companheiro do Pai Natal, mas ele em vez de distribuir prendas, anda de casa em casa a pedir para as crianças rezar. Caso as crianças rezassem ele dava-lhes um brinde como maçãs, caso se recusassem ele batia-lhes com o saco de cinzas que ele carrega sempre.


Fonte:  http://bloody-disgusting.com/editorials/3417493/terrifying-christmas-legends/

Sem comentários:

Enviar um comentário